15 de out de 2015

Galo 2x1 Inter - O pulso ainda pulsa

Em sintonia com a torcida, o Galo vence mais uma e cola no líder do campeonato. Em um jogo onde o domínio foi completo, mas a eficiência não foi tão boa. É manter a pegada, a raça e a união, juntar coma  força e a crença da torcida para buscar o impossível mais uma vez. 

O Galo começou a 200 km/h e abriu o placar logo cedo, após pênalti bem marcado. Lucas Pratto manteve a média e não perdeu. Vigésimo segundo gol do Urso com a camisa do Galo em sua primeira temporada. 

E não parou por aí. Após o gol o Galo recuou, deu a chance e a bola pro Inter jogar, mas como o adversário veio apenas cumprir tabela, o Galo retomou a bola e teve pelo menos mais três chances claras de ampliar o marcador. Como não fez o castigo veio no fim, após escanteio o adversário empatou o gol em sua primeira finalização no jogo. 

Já no segundo tempo o Galo voltou frenético e partiu pra cima. Depois de muita insistência e chances perdidas, Marcos Rocha completou pro gol. A partir daí o jogo mudou, pois o adversário resolveu ir todo para o ataque e com isso abriu espaços pro Galo fazer o terceiro, mas de novo o Galo pecou nas finalizações e não conseguiu ampliar o marcador. 

Fim de jogo e torcida e time em êxtase. Time domina o jogo, agride e fica a dois pontos do líder do campeonato. O pulso ainda pulsa e enquanto houver 1% de chance, eu sou 100% Galo!!! 

Que a torcida não desanime caso o Goias perca e os 5 pontos de diferença permaneçam. Aqui é Galo, 100% Galo e não torcemos pelo titulo, nós queremos é dar esse título pro time que merece: O Galo!

Victor (7,0): Jogo tranquilo pro goleiro, que quando precisou estava lá para garantir a vitória. 

Marcos Rocha (7,5): Sem obrigação de marcar, Rocha pôde se dedicar ao ataque e foi com ele que os gols do Galo saíram. 

Edcarlos (6,5):  Jogou bem, foi seguro e com ele em campo o Galo ainda não foi derrotado. 

Jemerson (7,0):  Perfeito nos desarmes e com a classe e tranquilidade de sempre, Jemerson parou o ataque adversário durante o jogo inteiro.

Douglas Santos (6,5): Ficou preso á marcação e foi bem.

Rafael Carioca (7,0): Voltou a jogar de terno, com calma e classe desarmou o Inter e armou o jogo pro Galo.

Leandro Donizete (7,5): Jogando com a raça de sempre, fechou os espaços e ajudou na ligação do meio com o ataque tendo participação direta no segundo gol e sempre começando os contra ataques. Grande jogo do Leão.

Thiago Ribeiro (6,5): Tímido, pouco apareceu no jogo. Teve chance de fazer o seu gol, mas mandou pra fora. Apareceu bem no jogo, mas pode dar mais. 

Giovanni Augusto (6,0): Jogou bem, deu bons passes, criou as jogadas e movimentou-se bem, mas na hora de coroar a boa apresentação ele pecou no último passe e ainda errou uma chance clara no primeiro tempo. 

Luan (7,5):  Correu da defesa ao ataque. Ajudou muito na marcação e no contra ataque. O motor alvinegro fez belas jogadas que não resultaram em gol, mas fica aqui o relato de mais um belo jogo de Luan. 

Pratto (7,0): Grande jogo do urso, que contribuiu com um pênalti muito bem batido. Movimentou-se bem e quase deu duas assistências no jogo. 

Foto Bruno Cantini


Substitutos:

Patric (6,5): Entrou bem, deu conta do recado com sua ajuda á marcação e a chagada ao ataque. Participou do segundo gol, mas pecou em outros dois lances onde poderia ter feito o passe ou o gol que daria a tranquilidade. 

Cárdenas (7,0): Melhor partida dele pelo Galo, Cárdenas dominou o meio, cadenciou e acelerou o jogo quando era preciso e quase deixou o dele. 

Pedro Botelho (6,0): Não prejudicou o time. 

0 comentários:

Postar um comentário