9 de jun de 2015

Avaliação dos jogadores na 6º Rodada

Jogo em que o time entrou sem vontade, sem a raça habitual que um clássico merece. E isso custou caro, 3 pontos. Sim, apenas isso, derrota pode parecer absurda, mas foi a mesma perda do jogo contra Atletico-PR. Então, não abaixemos a cabeça ou esvaziemos o estádio, o Galo é nossa paixão mesmo após essa fraca atuação. E não, isso não foi poético. Esperamos uma rápida recuperação já na próxima rodada para que tenhamos 10 tranquilos dias até o jogo contra o Flamengo no Macaranã. Vamos as notas:

Victor (6,0): Fez algumas boas intervenções, não teve culpa no primeiro gol, mas poderia ter defendido os outros dois. Não foi o melhor Victor que conhecemos

Patric (5,5): Diferente de seu companheiro de lateral, com Patric é 8 ou 80. Depois de grandes atuações o lateral foi mal e deu muito espaço pro adversário.  

Leo Silva (6,5): Foi um baita zagueiro, jogou com raça, diferente do resto, mas sozinho não conseguiu parar o adversário.

Jemerson (6,0): Deu espaços e perdeu bolas fáceis. Abusou dos passes curtos em momentos cruciais, e não soube parar com falta os adversários. E por fim, em uma infelicidade, cometeu gol contra.

Douglas Santos (6,0): Até foi seguro na marcação, mas não soube ir bem quando avançou.

Rafael Carioca (6,5): Vacilou com passes errados, diferente de outros jogos quando teve mais espaço. Apesar disso, desarmou o que pôde, mas sozinho no meio campo não conseguiu preencher todos os espaços.

Luan (7,0): Correu, fez seu gol mas jogou muito sem nenhum companheiro perto. Criou várias jogadas mas o time não aproveitou sua velocidade e passes.

Giovanni Augusto (5,0): Péssimo jogo, matou o meio campo com sua tranquilidade. Não soube furar a defesa com passes e tampouco conseguiu ajudar na saída de bola e marcação. Pior que ser nulo, foi ser negativo para o time, tendo o adversário criado muito em cima de seus passes errados.

Dátolo (5,5): Assim como Giovanni, não existiu em campo, mas não comprometeu diretamente nos gols adversários.

Carlos (5,5): Errou pelo menos 3 finalizações dentro da área, para um atacante, precisa ser mais decisivo. Seu diferencial, a marcação, também foi mal.

Pratto (6,0): Não teve nenhuma grande chance. Ajudou no que pôde, mas a bola não chegou para que pudesse finalizar ao gol.

Substitutos

Thiago Ribeiro (6,0): Entrou e não fez nenhuma diferença.

Maicosuel (6,0):  Entrou e não criou nenhuma jogada de perigo.

Guilherme (6,0): Entrou bem, movimentando e fazendo a bola rolar, mas pouco criou.

0 comentários:

Postar um comentário