12 de fev de 2012

Ataque falha mas Galo vence!

Galo vence mais uma e mantém o 100%. Mais uma vez a equipe não conseguiu fazer mais do que 2 gols. Uma incompetência gigantesca apresentada até aqui.

Mas pra quem já ta acostumado com o Galo sabe que é sempre assim. Quando assistimos jogos de outras equipes grandes contra times pequenos e o jogo começa a ficar fácil dificilmente não acaba em golada. Já com o Galo quando está fácil adivinhem? O Galo tem o don de dificultar as coisas para si mesmo.

Primeiro tempo o Galo dominou por completo, teve chances de fazer o primeiro nos primeiros minutos mas falhou no ultimo passe e em alguns lances na finalização. A Caldense também teve chances, nas costas da zaga Luisinho apareceu duas vezes com chance para marcar, em uma delas Renan Ribeiro salvou.

Depois de muita insistência o Galo abriu o placar com Rafael Marques. Logo depois Bernard em uma linda cobrança de falta fez o segundo.

A Caldense voltou a 1000 por hora e o Galo a 20. O time visitante teve chances e desperdiçaram.
O Galo errou muitos passes na saída de bola, essa que pouco chegou aos atacantes.

Cuca reclamou muito com André e Berola e logo nos 15 minutos substituiu os dois por Mancini e Guilherme.

Soutto ainda entrou no lugar de Pierre, que estava com virose e foi para o jogo no sacrifício. O problema no meio continuou até mesmo depois que a Caldense teve um jogador expulso. Nas poucas chances que criou a partir daí o Galo só levou perigo mesmo em um chute de Escudero que parou em Glaydson.

No final da partida os jogadores e o Técnico falaram sobre o apagão do segundo tempo:
“Jogamos muito bem a primeira etapa, criamos uma dúzia de chances de gols e o adversário teve uma ou duas. Fizemos dois gols. Foi muito bom. Já o segundo não. Ficamos em cima do resultado desde o começo, não tivemos movimentação e nos acomodamos em campo com o placar do primeiro tempo” disse Cuca.
Já Filipe Soutto em entrevista a rádio Itatiaia disse: “O Atlético imprimiu um ritmo muito forte no primeiro tempo, mas no segundo administrou mais a partida, o que estava desagradando o Cuca, a comissão e até mesmo a torcida. A gente não pode deixar que o resulto parcial nos acomode na partida. Temos que manter a mesma pegada”.

Bernard comemorando seu segundo gol como profissional e também o segundo do Galo no jogo.

Agora o Galo só volta a campo dia 26. Calendário muito mal feito pela FMF que espelha a incompetência que vive os clubes mineiros.
Quem paga o preço é o torcedor que ficará 15 dias sem ver seu time jogar!

Notas:

Renan Ribeiro Nota 7,8: Quando necessário salvou o Galo de levar gol. Muito bom!

Marcos Rocha nota 7,1: Sempre muito eficiente no apoio ao ataque, muito superior aos outros laterais no ano de 2011. Titular fácil.

Rafael Marques nota 7,5: Mostrou eficiência no cabeceio, fez seu gol e ganhou todas as divididas pelo alto. Já pelo chão deixa a desejar.

Réver nota 7,3: Eficaz como sempre levou sempre a melhor pelo alto. Se manteve no nível do companheiro.

Richarlyson nota 7: Não comprometeu, acertou os cruzamentos que tentou. Falhou em alguns lances e a Caldense atacou pela suas costas. Mas no geral foi bem.

Pierre nota 7: Jogou com uma virose e marcou bem.

Leandro Donizete nota 6,9: Errou inúmeros passes no segundo tempo, mas pela eficiência no primeiro se saiu bem no geral.

Bernard nota 8: Fez seu gol, importunou os adversários e foi a principal arma do ataque alvinegro.

Escudero nota 8,4: Maestro do time cadenciou o jogo quando era necessário e fez precisos lançamentos. Quase marcou seu gol e deu passe para o primeiro gol. Melhor em Campo novamente.

André nota 6,9: Fez o arroz com feijão. Perdeu as dividas para a defesa adversária e não conseguiu se livrar da marcação.


Berola nota 6,5: Muito mal nas finalizações. Teve azar em encontrar um Glaydosn em tarde inspirada, mas no geral foi fraco, continuou com a mania irritante de se jogar. Pode melhorar.

Guilherme nota 6,7: Entrou mas quase não pegou na bola. A bola não chegou em condição de finalizar, mas ele se esforçou.

Soutto nota 7: Entrou mas não mudou o pardão do jogo, que continuou fraco e com muitos passes errados. Manteve o aproveitamento em roubadas de bola e apimentou ainda mais a disputa por posição.

Mancini nota 6,7: Quase não pegou na bola em condição de marcar. Jogou mais como meia e não se saiu bem assim. Com pouca velocidade deixou a desejar.

E vocês Massa, acharam as notas justas? Comentem nos campos abaixo com a conta google ou a do facebook.

Saudações alvinegras! @ThalesEduardo13

Curta Nossa página no face

2 comentários:

Renan calou a boca dos cornetaas, eh isso ae garoto

donizete na minha opiniao foi bem melhor que pierre e acho a nota injusta, merecia 7 pelo menos

O Renam fez o que um goleiro do galo historicamente tem que fazer, que é pegar bolas difíceis, pois pegar bolas fáceis qualquer um pega, torço para que continue assim. Acho até que o problema dele é a falta de um bom treinador de goleiro mais tarimbado, e que o galo deve ,tentar arrumar um de ponta a nível nacional. E acho que o Escudero nesse jogo não foi tão bem quanto ao anterior, mesmo assim , conseguiu jogar bem, só não pode errar tanto gol como tem errado. Em relação as notas, trocaria a do meia argentino com a do Bernad, acho que o garoto foi o melhor em campo, e se continuar nesse nível, pode até ir para as olimpíadas.
De qualquer forma , vc fez um boa análise, ninguém jogou mal esse jogo, só acomodaram no segundo tempo.

Postar um comentário