10 de set de 2015

Galo 2 x 0 Avaí - Avaliação dos jogadores

Quarta vitória nos últimos 5 jogos, onde pontuou mais que os adversários e por isso diminuiu a vantagem do líder e aumentou a sua vantagem para o terceiro colocado para três pontos. Campeonato continua aberto e tudo é possível, por isso temos que pensar no próximo jogo e em sempre vencer, porque, em algum momento, todos vão perder.

O jogo começou com o Galo em cima, fazendo a blitz e marcando sob pressão e abusando da sua velocidade e intensidade. Após um gol mal anulado no início, o Galo não se abateu e logo depois marcou um golaço com Luan. 

A partir do gol, o Galo jogou a pressão para o adversário, mas continuou dominando as ações do jogo e logo depois chegou ao segundo gol. Leo Silva, o maior zagueiro artilheiro do Galo com 23 gols. 

O segundo tempo começou e o Galo foi o mesmo de algumas outras partidas: Tirou o pé após abrir boa vantagem. E apesar da pressão do adversário, o time não sofreu gols e ainda teve chances para aumentar o placar, mas pecou na finalização e no último passe.

Galo agora se volta para o clássico no próximo domingo. Jogo difícil e de extrema paciência e concentração, Galo precisará estar plenamente concentrado, o que não vêm acontecendo nas últimas partidas e em jogos assim, qualquer erro é fatal.

Victor (6,5):  Foi seguro e ajudou o Galo a sair com a vitória. 

Marcos Rocha (7,0): Crescendo de produção com a parceria entre ele e Luan pelo lado direito.  

Léo Silva (8,0): Muito seguro, Léo ganhou a maioria das bolas divididas e foi perfeito na bola área defensiva e também ofensiva.

Jemerson (6,5):  Bastante seguro, foi guerreiro e segurou o impeto do adversário. 

Patric (6,5): Sem saber se vai ou fica no final do ano, Patric joga como se não houvesse futuro. Apesar de não ser ótimo jogador, ele se doa e entrega para os companheiros.

Rafael Carioca (6,5): Dominou o meio campo e foi o cara na ligação da defesa ao ataque. 

Leandro Donizete (6,5):  Protetor da defesa, cumpriu seu papel sem necessidade de faltas graves e por não ter recebido nenhum cartão, está confirmado na partida de domingo.

Giovanni Augusto (7,5): As bolas do ataque sempre passam pelo seus pés, teve outro meio campo para lhe ajudar a controlar o jogo. Foi decisivo na assistência para o primeiro gol e para segurar o placar até o fim. 

Dátolo (7,0): Questionado no campeonato inteiro, Dátolo aos poucos volta a ser decisivo. Após um belo gol na última partida, Dátolo jogou bem mais uma vez e foi coroado com assistência para o segundo gol. 

Luan (8,0):  Motor alvinegro, Luan correu o jogo todo ajudando na marcação e importantíssimo no ataque, onde fez seu gol e ainda teve outras chances para importunar a defesa. 

Pratto (6,5): Teve apenas uma chance para a finalização, mas não alcançou a bola. Teve volume de jogo, participou das jogadas ofensivas e deixou sua raça em campo, que contribuiu para a vitória atleticana. 

 Imagem: Dudu Macedo/ Fotoarena


Substitutos:

Dodo (6,5): Entrou  bem, movimentou, mas ficou preso na pressão do adversário e não aproveitou os espaços para criar perigo de gol.

Pedro Botelho (6,0): Entrou no lugar de Patric e foi mal mais uma vez.  A volta de Douglas Santos é fundamental para  a sequencia alvinegra, que não conta com um reserva a altura.

Thiago Ribeiro (6,0): Entrou para dar movimentação, mas na única chance que teve, chutou em cima do goleiro. Pendurado no jogo, deu três carrinhos perigosos nos últimos minutos para receber o cartão amarelo e ficar fora do clássico. E conseguiu, Thiago não joga domingo por acumulo de cartão amarelo. 

0 comentários:

Postar um comentário