25 de abr de 2012

Primeira derrota, e no pior momento possível!


Hoje Atlético e Goiás se enfrentaram no Serra Dourada, buscando uma vaga nas quartas de finais da Copa do Brasil, o Galo foi pra jogo com um time muito defensivo com 3 volantes e apenas 1 atacante, e o Goiás com o apoio da sua torcida veio pra cima.

O início do jogo foi com o Galo com mais posse de bola, mas em um lance isolado o zagueiro Luiz Eduardo fez uma falta boba perto da área no atacante Iarley, na cobrança Egídio colocou a bola no ângulo e o goleiro Giovanni conseguiu salvar mas no rebote o zagueiro Rafael Tolói colocou pra dentro, Goiás 1x0. Após o gol o Atlético tentou ir pra cima mas não tinha uma boa saída de bola, e consequentemente a bola não chegava para os atacantes. O único lance de perigo do Galo foi em uma jogada de Marcos Rocha pela direita, ele cruzou para André dentro da área mas o Goleiro Harlei salvou. O restante do primeiro tempo o jogo continuou o mesmo, o Galo sem saída de bola ficava tocando a bola sem a menor criatividade e não conseguia criar chances claras de gols.

O segundo tempo foi praticamente o mesmo, o Atlético com mais posse de bola mas sem conseguir sair com qualidade, mesmo com a entrada de Bernard o time continuou lento e sem movimentação. Aos 5 minutos em um lance bisonho do lateral Richarlyson, a bola sobrou para Ricardo Goulart fazer o segundo do Goiás, após sofrer o gol o técnico Cuca colocou Neto Berola no jogo, mas pouco adiantou, com as péssimas atuações de Escudero e Danilinho a bola não chegava com qualidade pra ele e o Galo continuava na mesma, sem criatividade. Aos 25 minutos Mancini foi para o jogo, com isso o Galo consegui pressionar um pouco mais o Goiás, mas sofria com os contra ataques do time goiano, e com esses contra ataques os atleticanos foram obrigados a fazer algumas faltas e o garoto Bernard acabou sendo expulso, com isso a pressão alvinegra acabou e o jogo acabou 2x0, a primeira derrota do Galo na temporada.

Na semana que vem como sempre a massa vai comparecer no Independência, e apoiar, mas vai exigir muita RAÇA, e que essa semana o time se concentre passe para a final do campeonato mineiro e chegue na próxima quinta feira com um espírito completamente diferente e vença o Goiás por 3x0 e nos leve para as quartas de finais.

Notas para os jogadores:
Giovanni: 7,5, não teve culpa em nenhum dos gols, e ainda salvou o Atlético em alguns lances.
Réver: 6,5, foi bem lá atrás, ajudou na saída de bola com suas arrancadas, mas não conseguiu evitar os gols do time adversário.
Luiz Eduardo: 3, muito mal, fez uma falta boba que resultou no gol do Goiás, além disso falhou em diversas vezes durante o jogo, e nas jogadas de ataque do Galo em que ele subia não ajudou em nada.
Marcos Rocha: 4, não conseguiu fazer praticamente nada, segurava muito a bola no campo de defesa e atrapalhou o time a pegar diversos contra ataques.
Richarlyson: 2, bisonho, não contribuiu em nada nas saídas de bolas e apoiou muito mal, além disso perdeu a bola que resultou no segundo gol do Goiás, sinceramente não sei o que ele ainda está fazendo na lateral do Atlético.
Pierre: 6, como todo o time não conseguiu apoiar bem o ataque, mas na sua função principal que é defender foi bem.
Leandro Donizete:5, errou muitos passes, não conseguiu apoiar e nem defender com qualidade.
Felipe Soutto: defensivamente não foi mal, mas não mostrou a sua principal qualidade que é a saída de bola, e não conseguiu contribuir ofensivamente.
Escudero: 3, não fez absolutamente nada o jogo inteiro, parecia estar escondendo do jogo onde a bola tava ele tava no lado contrário.
Danilinho:5, o único dos meias que voltou para buscar jogo e mostrou vontade de jogar, mas faltou qualidade na hora do passe e na armação das jogadas.
André:6, não chegou nenhuma bola com qualidade pra ele concluir, a única bola com possibilidades de ser finalizada ele concluiu bem mas o goleiro salvou.

@diegopantuza


0 comentários:

Postar um comentário