30 de nov de 2015

Galo x Grêmio - Férias forçadas

Mais chutes, mais escanteios, mais posse de bola e mais jogadores. Mesmo assim o Atlético conseguiu perder para o Grêmio em Porto Alegre pelo placar de 2 a 1 o time do Galo vê agora a segunda colocação ameaçada. 

Com falhas individuais, e não só do goleiro Victor, o Galo perdeu a décima primeira no Brasileirão. Agora o Galo precisa vencer o último jogo, em casa, para não depender de outros resultados. 

O time se complicou logo no início. Após perder três chances boas de abrir o placar, o time sofreu gol na primeira finalização do adversário. 
Depois de sofrer o gol o time recuou um pouco e só chegou ao gol de empate graças a um pênalti sofrido por Dátolo e convertido por Pratto. Os últimos cinco gols do atacante argentino foram em cobranças assim, o que explica a falta de gols do ataque alvinegro. 

No segundo tempo vimos mais do mesmo. O fraco time do Grêmio  não conseguia trocar passes e a bola foi toda do Galo que atacou o tempo inteiro e desperdiçou todas as oportunidades. Já o adversário foi mais eficiente, na segunda bola ao gol, após cobrança de falta rasteira o Grêmio chegou ao gol da vitória e agora está um ponto só atrás do Galo na tabela.

O Galo se mandou ainda mais em busca do gol, mas conseguiu desperdiçar as chances que teve de frente com o gol. Como resultado, mais uma derrota para o alvinegro que vem sofrendo com a falta de pontaria e os erros individuais na defesa. 

Victor (6,0): Falhou nos gols sofridos. 

Patric (5,0): Errou tudo que tentou.

Léo Silva (7,0):  Jogou bem e só não sofremos uma goleada graças aos inúmeros desarmes do capitão.

Jemerson (6,5):  Tentou conter o ataque adversário e mas sozinho não teve sucesso. Em vários momentos brigou com os laterais para que pudesse ter ajuda, mas foi sozinho que teve que segurar os adversários.  

Douglas Santos (6,0): Fez até boas jogadas no início, mas começou a errar e não parou mais. 

Rafael Carioca (6,5): Tentou ajudar a equipe, mas estava desconcentrado. Acertou bons desarmes, mas errou mais do que acertou.

Leandro Donizete (6,5): No mesmo nível do companheiro, saiu para não ser expulso de campo.

Dátolo (6,5): Não conseguiu ser criativo, até tentou e pediu a bola, mas mesmo tendo uma fraca partida, Dátolo foi o principal meia na partida.

Giovanni Augusto (5,0): Não conseguiu jogar, ficou preso a marcação onde foi facilmente desarmado. 

Luan (6,5): Luan fez um ótimo primeiro tempo, mas depois caiu e produção junto com o time. Talvez por cansaço e falta de motivação.

Pratto (6,5): Pouco finalizou ou recebeu a bola em condições de chegar ao gol. Saiu sem finalizar a gol e foi muito prejudicado pelo fraco desempenho do ataque.



Substituos:

Carlos (6,0): Não tocou na bola e nada produziu.

Dodo (6,0): Nada acrescentou. 


0 comentários:

Postar um comentário