29 de jun de 2015

Galo 1x0 Joinville - Avaliação dos Jogadores

  Show na arquibancada e apatia em campo, esse foi o domingo do Atlético na nona rodada do Brasileirão. Time começou até bem, mas aos poucos foi descompactando e ficando vulnerável. Após o gol, a apatia tomou conta dos jogadores, que desperdiçaram contra-ataques e conseguiram sofrer pressão do fraco time de Joinville.

  Segundo tempo parecia ser igual, até que Levir resolveu ouvir a torcida e colocou Donizete e Guilherme em campo. Mas sem sucesso. O time continuou errando passes, buscando bolas longas ao invés de trabalhar a bola. Com tantos erros, jogadores se desesperaram e erraram ainda mais. Apesar de pouco ter ficado com a bola, não sofreu pressão e não deixou a vitória escapar graças ao fraco adversário.

  Como torcedores e imprensa esperavam, ninguém liga pra show, apenas para a vitória. Então foi isso, pior partida do Galo no campeonato, mas sai do Mineirão com recorde de público e os preciosos 3 pontos. Que nos próximos jogos tenhamos equilíbrio entre jogar bem e sair com resultado.

Victor (6,5): Não foi exigido em momento algum. Sozinho, quase se complicou, mas ele próprio se redimiu.

Carlos Cesar (6,5): Fraco no ataque, subiu pouco e quando o fez não teve forças para voltar a marcar. Apesar de várias falhas em posicionamento e passe, ele não foi de todo ruim. Mostrou entrega e vontade e foi um dos maiores roubadores de bola da partida.

Leo Silva (8,0): Seguro e perfeito na marcação, Leo cresceu pra cima dos atacantes e com um belo gol garantiu a vitória do Galo.

Jemerson (7,5): Ao mesmo nível do companheiro de zaga.

Douglas Santos (7,0): Dessa vez mais seguro, Douglas agradou nas subidas ao ataque e principalmente por não oferecer perigo ao adversário em seu setor.

Rafael Carioca (7,0): Dono do meio campo, foi pouco exigido e perfeito nos desarmes mais uma vez.

Dátolo (6,5): Arriscou bons passes e ajudou a compor o meio campo. Não participou dos principais lances do time como deveria, mas quanto a marcação, foi bem.

Giovanni Augusto (6,0): Mais participativo que nos outros jogos, Giovanni não conseguiu o mesmo sucesso de outros jogos. Tentou ajudar na marcação, mas estava perdido.

Maicosuel (6,5): Crescendo no campeonato, Maicosuel fez até uma boa partida, mas pecou no último passe e finalização. Talvez falte ritmo ou confiança.

Thiago Ribeiro (6,0): Mais um fraco jogodo Thiago, que até tentou jogadas, desarmes e dribles, mas errou tudo.

Pratto (6,5): Principal jogador ofensivo, deu trabalho a defesa adversária, mas acabou chutando mal as três oportunidades que teve no jogo. Faltou capricho ao urso.


Foto do site http://www.foxsports.com.br/


Substitutos:

Donizete (7,0): Entrou para fechar os espaços, ganhou divididas e preencheu os espaços vazios da defesa. Cumpriu seu papel e ajudou a defesa a segurar a vitória.

Carlos (6,0): Entrou para ajudar na marcação, mas deu espaços e não conseguiu cumprir sua função.

Guilherme (6,5): Entrou bem, arriscou bons passes, mas depois tentou fazer o difícil e acabou errando. Desperdiçou oportunidades, mas mesmo assim, as melhores chances saíram de seus pés. Precisa de ritmo e confiança.

0 comentários:

Postar um comentário